Transtorno bipolar é uma doença que também afeta o cérebro, a parte mais complexa do corpo, e por isso ainda existem mistérios sobre a sua origem. O transtorno bipolar tem como principal característica a mudança de humor que pode variar dependendo do tipo e grau da doença.

A bipolaridade pode ser classificada por um transtorno de humor. “É uma alteração que ocorre em fases de melancolia, intercalada por fases de euforia também conhecida pelo nome de mania”, explica o Dr. Ricardo Brasil, psiquiatra do Hospital Daher.

O transtorno bipolar tem a fase mais depressiva chamada de distimia, e períodos de hipomania, quando a pessoa fica altamente produtiva, precisa de poucas horas de sono e se sente bem fisicamente. “Há um rebaixamento no humor durante alguns meses, depois há o estado maníaco, em que ela pode se envolver em situações de risco por essa falsa sensação de controle”, alerta o Dr Ricardo.

Acredita-se que existe uma influência genética, porém não há diferença entre homens e mulheres. “Geralmente são jovens solteiros, que como consequência da doença, têm dificuldades para manter relacionamentos”, destaca o Dr. Ricardo.

O diagnóstico ainda é deficiente, pois é uma doença que abrange a mente e o corpo, então é necessária uma análise psiquiátrica para a identificação do transtorno bipolar. E quanto mais cedo ela for identificada, melhor será o resultado do tratamento do paciente.

Não há cura para o transtorno bipolar, entretanto existem medicamentos que tratam os sintomas e ajudam a evitar a constante mudança de humor.

Principais sintomas do transtorno bipolar:

Fase maníaca

  • Redução da necessidade de dormir
  • Gastos excessivos de dinheiro
  • Promiscuidade (sintoma variável de cada pessoa)
  • Aumento de energia corporal
  • Pensamentos acelerados

Fase depressiva

  • Perda ou ganho acentuado de peso
  • Baixa autoestima
  • Desânimo
  • Afastamento de amigos e familiares
Compartilhe:
4 Respostas para Transtorno Bipolar, uma doença misteriosa e perigosa
  1. Bom dia! namoro um rapaz de 40 anos que foi diagnosticado como bipolar ja foi internado por alguns dias ,teve dois casamentos que nao deram certo.Estamos 10 meses juntos ele toma o litio e rispeiridona …agora so o litio…disse que a medica diminuiu mas ele resolveu parar por conta .eramos amigos de infancia e nos reencontramos agora…minha familia tem muito receio qto a doença dele mas sinceramente comigo ele nunca foi agressivo… vejo algumas coisas meio diferentes nele mas nao sei analisar se e da doença….ele acha que sempre alguem no serviço esta perseguindo ele ,quer arruina-lo sei la acho que e isso….fico com ele na casa dela mas as vezes me da medo..ele me trata muito bem …mas sinto que ele e um pouco diferente….oq vc Dr me aconselharia???ele pode ser muito perigoso:??? as visitas que ele faz pro filho menos e monitorada pela ex mulher ,ele nao pode sair com a criança pra lado nenhum….tem horarios de visita …. oq eu sei e que a mae dele tinha essa doença e alguns familiares do lado materno que ja investiguei… qdo ele foi internado oq sei e que ele nao flava coisa com coisa e dizia a seguinte frase: o primogenito precisa morrer…. e ai a familia o internou …ele fala em comprar uma casa e irmos morar juntos…mas confesso tenho receio obrigada espero um retorno .

  2. sou bipolar tento sempre me cuidar mas não tenho ajuda de ninguém . minha namorada disse que não me aguenta mais
    fui expulso de casa , parei de tomar as medicações ,eu me entreguei de vez simplesmente desisti perdi todos que amo
    :(

  3. acho que sou bipolar as vezes to alegre e de repente to triste com raiva do mundo, quando fico nervosa parece que vou explodir.
    mas RENATA pelo que vc contou ai é melhor sair fora desse relacionamento


[topo]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current ye@r *